quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Um corpo na biblioteca, de Agatha Christie

Sinopse: Ela era jovem, loura e usava demasiada maquilhagem. O coronel Bntry e a mulher, Dolly, nunca a tinham visto antes... de a encontrarem morta no tapete da biblioteca! Quem é ela? Como é que foi ali parar? E qual é a sua relação com a outra jovem assassinada, cujo cadáver será posteriormente descoberto num carro incendiado? O respeitável casal Bantry convida a pessoa mais eficiente que conhece no que a mistérios diz respeito: Miss Jane Marple. E quando o enigma se adensa e a investigação aponta para vários suspeitos possíveis, a astuta solteirona faz jus à sua fama de implacável bisbilhoteira.

A minha opinião: Eu já há muito tempo que queria ler um livro da autoria da maior escritora policial do século XX, a famosa Agatha Christie. Para já, por três razões. A primeira porque apesar de gostar de ler policiais, é um género que leio bastante pouco. A segunda porque já me tinham aconselhado muitos dos meus colegas os policiais dela. And last but not least, a minha mãe adorava e tinha montes de livros de quando era pequena.

Portanto, este livro foi a estreia nos livros dela. Para já queria explicar por que razão eu não comecei com Poirot, o que provavelmente teria muito mais lógica. Li as duas descrições e, sinceramente, achei que A Miss Marple era extremamente original, diferente e nada convencional, ideia que permaneceu até ao final. E mais, o engraçado é que ela descobre as coisas comparando com casos na sua aldeia (um aspecto muito interessante), encaixando cada atitude/personagem num determinado padrão (é aqui que todas as coscuvilhices lhe servem de alguma coisa)...

Sobre este volume em especial, confesso que foi uma história que, partindo de uma ideia já conhecida, os corpos na biblioteca,Agatha Christie escreveu uma história muito interessante, distinta que desencadeia um final totalmente lógico, mas inesperado. Isto porque imaginação não falta, quer na história de cada personagem, quer no desenrolar na história, que através de pistas subtis nos levam a determinar tal culpado, quando (e de uma forma muito lógica) esse é completamente inocente...

Em resumo, e porque escrever uma opinião no blog sobre policiais é muito mais difícil do que escrever doutro género, tenho apenas a dizer que é uma experiência a repetir e não se admirem se virem mais uns quantos livros dela por estes tempos, já a começar com Morte no Nilo, da leitura conjunta ;)

Classificação: 7/10

12 comentários:

Carla Martins disse...

Passando pra desejar uma ótima semana!

beijos!

Jojo disse...

Oi!
Eu confesso-te que prefiro o Poirot a Miss Marple. Mas gosto de ambos. Os livros da Agatha Christie são sempre muito bons. Por acaso, nunca mais peguei numa obra dela. Tenho de reparar isso. Talvez Morte no Nilo na leitura conjunta quem sabe...

Bjinhos***

Jacqueline' disse...

Carla, obrigada :)

Jojo, eu não li nada do Poirot, só comecei com o da Miss Marple, porque achei que era uma detective bastante diferente :)
A propósito, tenho da biblioteca O Assassinato de Roger Ackroyd, pelo que vou ler depois de acabar O Remédio... Aí logo te digo de quem gosto mais ;)

La Sorcière disse...

Olá! Li muito Ágatha Christie quando era mais jovem, estou com saudade de Miss Marple e Poirot!
Bj

Cáh disse...

Olá... adorei seu blog e sempre passarei aqui pra dar uma espiadinha!

Eu adoro os livros da Agatha, já li mais de 20, mas até hoje não consegui definir uma preferência entre Poirot ou Miss Marple, mas vamos dizer que eu tenho uma quedinha por ela por ser umas velhinha bem simpática, rsrsrsrs.

Ahhh... e deixando uma sugestão, se você gostou dos livros da Agatha e pensa em ler mais procure "O Caso do Dez Negrinhos" eu classifico como o melhor livro dela que eu li até hoje.

Xero.

R.Vinicius disse...

Oi. Como você preciso urgentemente ler esta autora (pois preciso saber se ela faz juz a fama). O livro me parece interessante. Abraço.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Tinkerbell disse...

comecei ontem a lê-lo! já há muito que queria ler algo de agatha e este livro ofereceram-me há dois anos e comecçou a ficar para trás na lista, mas agora passou à frente! :)

Renata disse...

olá!!
Dexei um mimo para vc.
beijos

Jacqueline' disse...

La Sorcière, estou aberta a sugestões :P

Cáh, obrigada pela sugestão e por gostares do nosso cantinho :)

R.Vinicius, pelo menos pela minha parte, parece que a sua fama corresponde à sua qualidade!

Tinkerbell, fico à espera da tua opinião

Renata, obrigadissima!

Ruben disse...

Eu acabei ontem de o ler e gostei.
A preposito alguém me pode ajudar, preciso de um símbolo da obra, associar a mensagem que é transmitida na obra a um símbolo, alguém sabe?

Explorador do Caos disse...

Estou começando a ler este. Mas li com certeza mais de trinta livros dela. O Caso dos dez negrinhos é assustador é bom ler sempre à noite e talvez sozinho. O Assassinato no expresso do oriente dos livros dela foi o melhor que li até hoje. Eu considero o melhor pois foi o único até hoje que não descobri o assasino a té o fim.Os outros sempre achei mais facilmente. E o mais divertido O Homem do terno marrom esse é bom ler sempre próximo as pessoas, pois o ritmo dele pede isso. Eu gosto muito de ler e para grava as histórias associo a algo onde estou. Abraço!