terça-feira, 22 de junho de 2010

A Muralha de Gelo, de George R. R. Martin

Sinopse: Estes são tempos negros para Robert Baratheon, rei dos Sete Reinos. Do outro lado do mar, uma imensa horda de selvagens começa a formar-se com o objectivo de invadir o seu reino. À frente deles está Daenerys Targaryen, a última herdeira da dinastia que Robert massacrou para conquistar o trono. E os Targaryen sempre foram conhecidos pelo seu rancor e crueldade ....

Mais perto, para lá da muralha de gelo que se estende a norte, uma força misteriosa manifesta-se de maneira sobrenatural. E quem vive à sombra da muralha não tem dúvidas: os Outros vêm aí e o que trazem com eles é bem pior do que a própria morte...

Ainda mais perto, na Corte, as conspirações continuam. O ódio entre as várias Casas aumenta e desta vez o sangue mancha os degraus dos palácios e o veludo dos cadeirões dourados. E quando parece que nada poderia piorar, o rei é ferido mortalmente numa caçada. Terá sido um acidente ou um assassinato? Seja como for, uma coisa é certa: a guerra civil vem aí!

A minha opinião: O primeiro livro desta saga é, sem dúvida, brilhante e muito promissor.


À semelhança da primeira metade do livro, esta segunda parte não me desiludiu e manteve a qualidade da primeira.


É difícil escrever quando gostamos tanto de um livro. Pessoalmente, penso que o ponto mais positivo deste livro/série é o facto de ser uma fantasia diferente. Apesar do género ser inconstatavelmente fantasia, pois o mundo no qual se desenrola a acção é fictício e existem alguns elementos irreais, tudo o resto podia perfeitamente ter lugar na era medieval, e aliás é assim que o imagino. Desta forma, parece que todos os géneros se encontram condensados na história. Eu achava que isto era pouco provável, antes de lê-lo, mas é possível. E isso confere uma qualidade única: temos aventura, temos fantasia, temos política, temos mistério, temos tudo escrito de uma maneira que nos prende e dificilmente larga... Apesar de, por vezes, me fazer lembrar a saga de Paolini (Eragon, Eldest, Brisingr) por ser o género mais parecido a estes livros que conheço, e sem querer ofender os fãs de Paolini, gosto muito mais da saga de Martin.


Outro ponto muito positivo são as personagens. Que personagens! Não são estereotipadas ou algo do género. Cada uma é feita de um conjunto de traços únicos que fazem com que se assemelhe a algo da vida real, não aos clichés da esposa indefesa ou o senhor em que a honra esteve sempre acima de tudo o resto. Cada uma comete erros, erros esses que personagens daquele estereótipo não poderiam cometer. É impossível não gostar das mesmas. Durante este livro, surpreendi-me com a maioria delas.
Apenas tenho a apontar que, por vezes, a leitura foi um pouco densa na parte das tácticas militares e outros aspectos políticos. No entanto, isso deve-se ao meu interesse um pouco mais baixo pelas cenas de guerra e penso que, para quem goste, não será aborrecido nem por um segundo.

Classificação: 8/10 - Muito Bom

5 comentários:

t i a g o disse...

Que bom é ler opiniões de pessoas que gostam da série! Curioso ver que deste a mesma nota que eu, e que a parte que menos gostaste tocou exactamente o mesmo ponto que eu também penso: no segundo livro as tácticas militares ultrapassaram-me. Ainda assim, excelente!!

Eu já li todos......... aproveita que ainda não o fizeste! Tenho de esperar tanto, agora.....

Jacqueline' disse...

Tiago, não é que eu não tenha gostado da parte militar. É só que essas partes tendem a aborrecer-me em todos os livros que leio, por não me chamarem de todo a atenção. Foi assim, neste livro, foi assim em Brisingr e noutros em que me deparei com guerras, torneios medievais...

Curiso, pensei que por seres rapaz devias ter adorado essa parte :S

t i a g o disse...

A parte do confronto militar e do ataque eu aprecio, principalmente em Martin. E os jogos políticos também. O que não gosto tanto são as tácticas antes da batalha: discutir se se vai por um lado, por outro, agir desta forma e daquela... isso também me tende a aborrecer. Não creio que exista, ensse aspecto, uma divisão rapazes-raparigas assim tão óbvia x) Vai muito do gosto.

t i a g o disse...

Olá! Passa pelo novo blog que criei, Murakami PT, dedicado aos imensos leitores e fãs portugueses do autor japonês! Nele iremos colocar actualizadamente notícias em português, reflexões sobre palavras suas, iniciar debates sobre aspectos da sua escrita... uma casa para todos os leitores de Haruki Murakami - os que já o conhecem, e os que ainda não o descobriram! www.murakami-pt.blogspot.com

Talita Camargo disse...

Olá! Está sabendo que a Editora LUA DE PAPEL, do Grupo LeYa Brasil irá publicar as Crônicas de Gelo e Fogo, de George RR Martin aqui no Brasil?? O primeiro volume da série deve sair em setembro! Fiquem ligados no BlogdaLua: www.leya.com.br/luadepapel e no Twitter: @luadepapel_BRA e @EditoraLeya, para ficar por dentro de mais novidades!!