segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

As Memórias de Cleópatra, de Margaret George - Volume I

Sinopse: A autora do best-seller mundial A Paixão de Maria Madalena está de volta com um convite irrecusável: a visita ao Antigo Egipto e à vida de Cleópatra, a rainha do Nilo. Escritas na primeira pessoa, As Memórias de Cleópatra começam com as suas recordações de infância e vão até ao seu glorioso reinado, quando o Egipto se torna num dos mais deslumbrantes reinos da Antiguidade. As Memórias de Cleópatra são uma saga fascinante sobre ambição, traição e poder, mas também são uma história de paixão. Depois de ser exilada, a jovem Cleópatra procura a ajuda de Júlio César, o homem mais poderoso do mundo. E mesmo depois do assassinato daquele que se tornou o seu marido, e da morte do segundo homem que amou, Marco António, Cleópatra continua a lutar, preferindo matar-se a deixar que a humilhem numa parada pelas ruas de Roma. Na riqueza e autenticidade das personagens, cenários e acção, As Memórias de Cleópatra são um triunfo da ficção. Misturando História, lenda e a sua prodigiosa imaginação, Margaret George dá-nos a conhecer uma vida e uma heroína tão magníficas que viverão para sempre.

A minha opinião: O Egipto fascina-me desde pequena e Cleópatra - uma das personagens mais conhecidas deste país, se não mesmo a mais conhecida - foi uma rainha que sempre me inspirou muita admiração, por se ter destacado num mundo de homens.

Desta maneira, parti com grandes expectativas em relação a esta obra e não me desiludi. Desde já, a escrita de Margaret George é excelente. Ao ler este livro, as descrições das cidades; do fórum e dos divertimentos romanos; das paisagens naturais etc. faziam com que tudo parecesse completamente real. Como se tivéssemos sido nós a ver um dos Triunfos, a ouvir as liras, a inspirar um perfume longínquo vindo do Oriente, a falar com César, a ser uma estrangeira em Roma. Gostei muito desse aspecto da escrita dela, que consegue descrever tudo de forma pormenorizada, sem, no entanto, levar à exaustão. Pegando numa frase do Memphis Commercial Appeal - "A escrita talentosa de Margaret George consegue apelar-nos aos cinco sentidos." E eu não podia concordar mais.

Ainda que soubesse de antemão muitos dos acontecimentos históricos narrados, a autora conseguiu prender-me, fazendo-me descobrir muitos pormenores sobre os referidos acontecimentos, perceber a mentalidade da época e surpreender-me com estas personagens históricas.

Como referido pela Entertainment Weekly é "como se os frescos egípcios ganhassem vida". Só tenho a acrescentar que não são apenas os frescos egípcios. É como se todas as personagens históricas que tão bem conhecemos, como César, Marco António, Cícero, Pompeu e claro, Cleópatra, ganhassem vida e fossem recontá-la a quem não pôde ver o seu esplendor. Uma autêntica viagem por este interessantíssimo período da história.

Não li os restantes livros, mas prevejo que não me vão desiludir.

Classificação: 8/10 - Muito Bom

Volume 1 (A Filha de Ísis) / Volume 2 (O Signo de Afrodite)/ Volume 3 (O Beijo da Serpente)

9 comentários:

branca de neve disse...

Olá. Eu gosto de História e de romances historicos principalmente mas nunca li nada sobre o Egipto e agora fiquei com muita vontade de ler este livro, que nao conhecia. Bj

N. Martins disse...

Olá! Já andava de olho nesses livros desde que me veio parar à mão um daqueles livrinhos promocionais com os primeiros capítulos de alguns livros. Do pouco que li, também achei que estava muito bem escrito... Agora com a tua opinião positiva, fiquei ainda com mais vontade de o ler.

Já agora, parabéns pelo blog. :)

Ana C. Nunes disse...

Confesso que o que me fascina na história do Egipto, são os mitos e lendas, acima de qualquer personalidade famosa na altura, mas o livro parece, ainda assim, interessante.

Carla Martins disse...

Deve ser demais! Fiquei com vontade de ler! Eu queroooooo!!!

t i a g o disse...

Fiquei interessado, até porque embora goste da civilização egípcia, nunca li nenhum romance histórico sobre ela. :)

Boa semana!

Jacqueline' disse...

Branca de Neve, Carla e Tiago, só o posso aconselhar.

N. Martins, obrigada.

Ana C. Nunes, que eu me lembre, este é o primeiro livro que leio sobre uma personalidade famosa do Egipto, embora tenha devorado muitíssimos livros sobre as lendas e mitologia egípcias.

Jojo disse...

Eu adoro a civilização egípcia!
Ramsés, o Grande e Cleópatra são dois dos meus soberanos preferidos.
Estes livros de Margaret George já me tinham chamado à atenção. Vi um pack na livraria mas como não tinha opiniões sobre eles, não arrisquei. Vejo agora que são um bom investimento.

Bjinhos Jacqueline*

Jacqueline' disse...

Jojo, não li os outros dois volumes (espero lê-los em breve), mas a minha opinião é, sem dúvida, positiva.

Kel disse...

O Egipto fascina-me. E já estive várias vezes com vontade de comprar o livro, mas vou sempre adiando! A tua opinião deixou-me mesmo com vontade de o comprar! :D
Também tenho um blog de opiniões de livros, se quiserem dar uma vista de olhos http://kelaraparigadoslivros.blogspot.com/