sexta-feira, 27 de agosto de 2010

O Despertar da Magia, de George R. R. Martin

Sinopse: A guerra pelos Sete Reinos continua e a batalha pela capital de Porto Real é a mais sanguinária de sempre. A frota de Stannis Baratheon vê-se encurralada em frente à cidade enquanto barcos carregados de fogovivo são enviados contra ela. Mas os sobreviventes conseguem levar o combate até às muralhas da cidade e todos os sitiados terão de lutar pela vida. Só quando os exércitos dos Tywin e dos Tyrell chegam, um dos lados será definitivamente esmagado. Mas num mundo de traições constantes, quem será que eles irão apoiar?
No Norte, os Stark estão entre a espada e a parede. Várias das suas fortalezas são atacados pelos temíveis homens de ferro e até o castelo de Winterfell é conquistado pelo traidor Theon Greyjoy. Bran e Rickon conseguem fugir, acompanhados por Hodor e alguns companheiros, mas que futuro terão duas crianças numa terra ameaçada pelo Inverno?
Para lá da Muralha, Jon oferece-se para acompanhar um grupo de batedores enviado para encontrar os selvagens, enquanto a principal força da Patrulha da Noite se fortifica junto às montanhas. Mas as coisas correm mal e Jon terá de escolher entre a morte... ou a traição aos seus irmãos!


A minha opinião: Mais um excelente volume das Crónicas do Gelo e do Fogo. Confesso que não correspondeu de todo às minhas expectativas iniciais, pois pensei que este volume iria seguir um certo rumo. No entanto, George R. R. Martin seguiu outro completamente diferente e ainda bem.

A história continua excelente.
A acção prendeu-me muito mais neste volume do que no anterior, as personagens (não só as principais como as secundárias) continuaram a surpreender-me e a qualidade das suas histórias manteve-se.

Além disso, a meu ver, o género (medieval?) fantasioso de Martin ainda melhorou, pela presença de mais elementos de fantasia, o que foi fabuloso. Precisamente por esse "despertar" da magia
- ela sempre esteve lá, mas só agora foi revelado um pouco da mesma - adorei este livro. Apenas fiquei desiludida com a parte da batalha propriamente dita, a descrição não me prendeu especialmente, à excepção de algumas passagens.

E por último, porque falar em Martin sem falar das suas maravilhosas personagens seria estranho nas minhas opiniões, vou começar por Jon. A par de Arya, estas duas são as minhas personagens preferidas. Neste volume em particular, a história de Jon foi a que mais gostei e pelo aquilo que li, estou extremamente curiosa para saber como se vai comportar no exército de Mance Ryder.

Arya. Identifico-me tanto com esta personagem! Nestes 3º e 4º volumes, a sua evolução foi enorme, a história dela tem tanto potencial e foi das que mais gostei de acompanhar ao longo da saga. Não sei o que vai acontecer, mas espero que continue a agarrar-me tanto como tem agarrado.

Tyrion. Perdoem-me, mas fiquei um pouco desiludida pois estava à espera que morresse na batalha. Ainda assim, nestes dois volumes teve um papel fulcral e o seu futuro intriga-me.

Bran. As
minhas opiniões sobre esta personagem têm variado ao longo dos livros. Depois de estar aleijado confesso que perdi algum interesse, mas parece-me que agora vai ser uma personagem muito mais interessante . A partir de agora, a história dos lobos intriga-me ainda mais. Adorei quando eles apareceram no início do primeiro volume e senti logo aí que eram únicos, mas neste momento, parece-me que são ainda mais especiais.

Daenerys. Uma das personagens que mais gostei no 1º e 2º volumes, mas agora sinto que não foi tão desenvolvida como estava à espera. Espero que no próximo livro me surpreenda pela positiva.

Enfim, como podem reparar, estou muito entusiasmada com o rumo desta saga e com um enorme interesse em descobrir o significado de tantas pontas soltas deixadas por George R. R. Martin neste livro. Esta saga é mais do que aconselhada.

Classificação: 8/10 - Muito Bom

[As partes a branco contêm spoilers]

2 comentários:

Jojo disse...

Eu já li os dois primeiros editados em Portugal da saga. E já adquiri até ao sexto volume mas por um motivo ou por outro tenho vindo a adiar a sua leitura. Adorei os li e espero gostar muito dos restantes!
Vou ver reduzo a lista a ler rapidamente!

Bjinhos e boas leituras!

t i a g o disse...

Que bom já teres lido os primeiros quatro. Também ando a ler George Martin, mas no nosso universo, com - Sonho Febril. As Crónicas de Gelo e Fogo são maravilhosas. Em Sonho Febril encontro uma ou duas personagens muito boas, mas a história e o enredo nada têm a ver com a complexidade cativante e enfeitiçadora das Crónicas. É diferente. Bom, mas diferente.

Boa sorte com os próximos dois, que são autenticamente de cortar a respiração.